port . engl  
 
 

Pioneira no desenvolvimento de um trabalho multimídia no Brasil, envolvendo música, teatro, instalações, textos e vídeo. É a primeira entre os compositores nacionais a compor e dirigir suas óperas. Seu trabalho segue em direção à reformulação do sentido tradicional da ópera. Compôs, roteirizou e dirigiu suas 8 óperas, apresentadas em diferentes países. Membro da Academia Brasileira de Música, já recebeu vários prêmios como: Guggenheim Foundation (2005), Rockfeller Foundation (1983-2007), Bogliasco Foundation, CAPS, do New York Council on the Arts, Fundação Vitae, RioArte, entre outros.

Suas obras tem sido apresentadas frequentemente em teatros e festivais tais quais : Berliner Festspiele, Haus der Kulturen der Welt, Hebbel Theater em Berlim, StaadtsTheater Darmstadt, Dresdner Tage der Zeitgenössischen Musik, Expo 2000 Hannover, Ludwigshafen Opera Festival, Salzburg Festival – Aspekte, Hayden Planetarium, Carnegie Hall, Brooklyn Academy - em New York, New Music America, Miami Planetarium, Bellas Artes no Mexico, Teatro Avenida em Buenos Aires, Radio France em Paris, Gaudeamus e Gulbenkian Foundations, Bienais de Música Contemporânea no Rio de Janeiro, Theatro Municipal de São Paulo e do Rio de Janeiro, entre outros inúmeros festivais e rádios em diferentes países.

Em 2007 o Festival Internacional de Campos do Jordão-SP, homenageou seu trabalho, programando várias de suas obras (ópera, concerto de câmera, peça para soprano e orquestra de cordas). Em 2008, lançou um Box com 4 DVDs compilando suas 6 óperas, com distribuição internacional pela NAXOS. No mesmo ano, o Instituto Oi Futuro (RJ) promoveu uma retrospectiva de seu trabalho em forma de instalação, exposições, concertos e ópera, durante dois meses e foi visitada por cerca de 20 mil pessoas. Em 2010, seu espetáculo de música-teatro Revisitando Stravinsky estreou em São Paulo e no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Lançado no Brasil em DVD, 2011.

Foi solista sob a regência de Stravinsky e apresentou várias primeiras audições de compositores que a ela dedicaram obras, como: Xenakis, Berio, Santoro, Cage. Como pianista e compositora gravou 22 discos no Brasil, Inglaterra, EUA, Alemanha e no México; gravou a obra pianística de Olivier Messiaen nos EUA(Vox) , no Brasil(Philips) e atualmente NAXOS.

Autora de 4 livros publicados no Brasil e nos USA, seu quinto livro –"Diálogo com cartas" está programado para lançamento em 2012.

 
 
próximos trabalhos


Berio sem censura

Opera multimidia concebida e roteirizada por Jocy de Oliveira, inspirada em seu relacionamento com Luciano Berio. Estreia prevista do segundo semestre de 2012.

Diálogos com cartas
Com fac-simile de cartas, partituras, fotos e comentários da autora, o livro ilustra a convivência de Jocy de Oliveira com figuras proeminentes da música contemporânea: Igor Stravinsky, Luciano Berio, John Cage, entre outros.

Novo site
Brevemente um novo site será lançado, com mais informações sobre as obras de Jocy de Oliveira. Aguarde.


 

 

 

 

 

lista de obras Download
 
contato jocy@jocydeoliveira.com